Dom Fernando instala em Camela a 129ª paróquia da Arquidiocese

0
90

A Arquidiocese de Olinda e Recife constituiu canonicamente a Paróquia de Santo Antônio e da Imaculada Conceição no distrito de Camela, neste domingo, dia 03/12, desmembrando-a da Paróquia São Miguel, do município de Ipojuca. O arcebispo Dom Fernando Saburido presidiu a celebração eucarística de instalação da nova paróquia, conferindo ao padre Laion Fernando Gonçalves a função de administrador paroquial.

Sacerdote e membro consagrado da Comunidade Obra de Maria, o padre Laion foi reitor da Igreja do Espírito Santo, na Rua do Imperador, em Recife, e vigário na paróquia de Nossa Senhora do Rosário, na Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes. Assume agora a 129ª paróquia da Arquidiocese. “Que seja um tempo de graça para o povo de Camela, sob a condução desse padre alegre, carismático e muito comprometido com as coisas de Deus”, disse dom Fernando.

A festa da instalação da nova paróquia começou ainda pela manhã, com a chegada da imagem de Santo Antônio que havia sido levada para restauração. Às 18h, já no andor, a imagem percorreu, em procissão animada pela banda Santa Clara, as principais ruas da cidade até a Igreja de Santo Antônio. Na chegada à praça, onde foi montado um palco com o altar, houve apresentação da Orquestra Criança Cidadã.

Estiveram presentes à celebração autoridades como a prefeita Célia Sales e seu esposo Romero; o chefe de gabinete do governo Estado, João Henrique Campos; a deputada estadual Terezinha Nunes; e os fundadores da Comunidade Obra de Maria, Gilberto Barbosa e Maria Salomé. O vigário episcopal do Cabo, monsenhor Josivaldo José Bezerra, e o padre Djanilson, de Porto de Galinhas, também participaram da celebração, que reuniu cerca de 600 pessoas em frente à praça. Os pais do padre Laion, Fernando Inácio e Luziária, foram colocados nos primeiros lugares para não perderem os detalhes da celebração. Sete ônibus trouxeram os paroquianos de São Miguel (antiga paróquia) para a festa em Camela.

“Estou um pouco triste por deixar a comunidade de Muribeca”, revelou padre Laion, “mas ir para Camela será um desafio novo e eu estou encantado com a acolhida do povo, que já mostra, com seu entusiasmo, que quer trabalhar, quer compromisso com Deus e com a igreja”. Sempre sorridente, padre Laion distribuiu abraços e tirou fotos com o povo. “Estou mesmo muito feliz em poder participar da realização do sonho desta comunidade, de ser paróquia, e conto com as orações de todos para que a graça de Deus permaneça em nós”, disse o padre Laion.

Pascom AOR

LEAVE A REPLY