XVIII Congresso Eucarístico Nacional: Arquidiocese articula preparativos

0
361

“Nihil sine labore” (Nada se consegue sem trabalho). Inspirado pelo provérbio latino, o arcebispo da Arquidiocese de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, vem envolvendo desde junho, uma equipe do clero arquidiocesano e leigos nos trabalhos preparatórios para o XVIII Congresso Eucarístico Nacional (CEN). O arcebispo designou uma equipe de trabalho e as reuniões de encaminhamento com as comissões organizadoras vêm acontecendo mensalmente. “Vamos trabalhar para fazer um belo Congresso e ajudar a comunidade a cada vez mais se comprometer com o Cristo Eucarístico”, prometeu o metropolita. Na 55ª Assembleia Geral da CNBB, realizada na cidade paulistana de Aparecida, em abril deste ano, dom Fernando Saburido, que preside o Regional NE2 da CNBB, apresentou a candidatura da Arquidiocese de Olinda e Recife para sediar a próxima edição do Congresso Eucarístico Nacional. A candidatura teve aprovação por unanimidade pelos bispos de todo Brasil e a data do CEN foi definida: de 12 a 15 de novembro de 2020. A expectativa de público é de mais de 300 bispos brasileiros e de centenas de sacerdotes, além dos fiéis leigos. O Congresso Eucarístico é um momento de convergência das pessoas que professam a fé católica na realidade da Eucaristia e que desejam dar testemunho público de fé. Nesta quarta-feira, 06/12, o arcebispo dom Fernando esteve reunido com as comissões organizadoras, para a reunião de dezembro.

Está é a segunda vez que Recife sediará um Congresso Eucarístico Nacional. A primeira, ocorreu em 1939, quando foi promovido o 7º Congresso, realizado no Parque 13 de Maio, região central da capital pernambucana. Como legado e memorial daquele evento, foi construída no bairro do Espinheiro a igreja do Coração Eucarístico de Jesus. Por ocasião da aprovação do Recife como sede do XVIII CEN, dom Fernando Saburido afirmou que a realização do Congresso será algo muito bom para a Arquidiocese de Olinda e Recife e para todo o Regional Nordeste 2 da CNBB: “os bispos todos estão assumindo conosco este desafio”. Dom Fernando ressalta também que o evento receberá um legado pontifício, que é uma autoridade do clero, designada pelo papa, para participar dos trabalhos.

Para melhor distribuir as tarefas, foi criada a Comissão Central do CEN, que é responsável pelas principais decisões. Além da Comissão Central, foram constituídas mais 13 comissões organizadoras, a saber: Secretaria Central, Captação de Recursos e Finanças, Teológico-Pastoral, Liturgia, Jurídica, Comunicação, Segurança, Saúde, Hospedagem e Acolhida, Voluntariado, Cultura, Ornamentação e Feira Católica, Exposições e shows.  Alguns encaminhamentos importantes já foram definidos, como a escolha do tema e do lema do XVIII Congresso Eucarístico. Em outubro, a reunião com as comissões aprovou os seguintes tema e lema, respectivamente: “Pão em todas as mesas” e “Repartiam o pão com alegria e não havia necessitados entre eles” (At 2, 46; 4,34). O local da realização do Congresso é um desafio que está sendo pensado em conjunto, entre a Comissão Central e os órgãos da administração pública, como a Secretaria Estadual de Segurança, pois envolve questões como logística, trânsito e segurança.

Entenda – No mundo inteiro, países com representatividade católica realizam seus Congressos Eucarísticos. A Conferência Episcopal de cada país escolhe, em sua assembleia geral, o local e o ano do Congresso, que promove uma semana intensa de atividades para a vivência profunda da Eucaristia, com missas, procissões, simpósios teológicos e jornadas pastorais. No Brasil, a cada quatro anos, o Congresso Eucarístico é realizado em uma cidade brasileira e o último congresso aconteceu em 2016, em Belém (PA). O primeiro Congresso Eucarístico foi celebrado em 1881 em Lille (França), por iniciativa de um grupo de fiéis leigos, apoiados por São Pedro Julião Eymard. Foi uma celebração solene, de que participaram fiéis e bispos de vários países da Europa. De lá para cá, outros países quiseram repetir a iniciativa. No Brasil, a realização dos congressos teve início em 1933, em Salvador (BA). A mais recente edição do CEN, na capital paraense, adotou como tema “Eucaristia e partilha na Amazônia Missionária” e como lema “Eles o reconheceram no partir do Pão”.

(Pascom Arquidiocese)

 

LEAVE A REPLY