Dom Antônio Muniz se reúne com prefeito para discutir assuntos ligados a ações sociais

0

Dom Antônio Muniz se reúne com prefeito para discutir assuntos ligados a ações sociais

Encontro teve como pauta a revitalização do Divina Pastora e a Reinserção Social dos dependentes químicos

 

Carlos Roberto/Pascom Maceió

 

Na manhã desta quinta-feira, 09, Dom Antônio Muniz Fernandes se reuniu com Rui Palmeira, prefeito de Maceió, além de representantes da Comissão de Formação de Fé e Política e da Rede Cristã de Acolhimento e Recuperação do Dependente Químico do Estado de Alagoas (Recriar), para debater alguns pontos específicos, entre eles o Cemitério Divina Pastora e a Reinserção Social dos dependentes químicos no município de Maceió.

 

Na reunião estavam presentes além do Arcebispo, dom Antônio Muniz, Cônego Walfran Fonseca (Comissão de Fé e Política e Recriar), Ruí Palmeira – prefeito de Maceió, Alexandre Matta – assessor do prefeito, Dr. Ronnie Reyner, José Anderson, Pr. Lindonjonso e Cauê Castro, representantes da Recriar, além de Dr. Dario Fernandes e Jorge, representantes da Comissão de Fé e Política.

 

Durante o café da manhã, o primeiro assunto a ser debatido foi o caso do Cemitério Divina Pastora, onde o arcebispo relembrou o símbolo do Ano Santo da Misericórdia que foi elaborado um projeto e na época, devido a impasses institucionais o projeto foi paralisado e voltou a ser repercutido nos últimos dias.

 DSC_0456

O metropolita lembrou um pouco o projeto para a revitalização do cemitério onde seria construído um grande mausoléu para os corpos indigentes e a construção de jazigos nas paredes de todo o cemitério para os corpos identificados onde posteriormente liberaria espaço para outras sepulturas. Na época também foi criada uma campanha com os fiéis da Arquidiocese arrecadando verbas para esse projeto que, infelizmente, não foi dado continuidade devido aos impasses.

 

O segundo assunto debatido foi a Política sobre Drogas que atinge o município, onde os membros da Recriar esperam uma parceria maior juntamente com a Prefeitura, no que se refere aos custos de tratamento e reinserção social dos dependentes químicos, lembrando que cerca de 65% dos internos nas comunidades terapêuticas do interior são natural e residentes de Maceió.

 

O terceiro e último ponto levantando pelo cônego Walfran, coordenador das Obras Sociais da Arquidiocese, foi a questão da educação e assistência social em parceria com a Prefeitura, que ultimamente enfrenta dificuldades na educação das crianças assistidas pelo Juvenópolis com a ausência dos educadores, além da saúde dos assistidos pela instituição.

 

Após a explanação da pauta da reunião com os temas abordados, o prefeito Rui Palmeira se comprometeu em realizar reuniões técnicas com as respectivas Secretarias Municipais citadas, ainda na próxima semana na sede da Prefeitura.

Pastoral da Comunicação

Arquidiocese de Maceió

Telefone: (82) 3326-5458

E-mail: jornalismo@arquidiocesedemaceio.org.br

Acompanhe as notícias: Portal / Facebook / Instagram

Share.

Leave A Reply