Realizado Seminário Arquidiocesano de Bens Culturais em Olinda e Recife

0

 Entre os dias 30 de setembro e 1º de outubro, a capital pernambucana acolheu o III Seminário Arquidiocesano de Bens Culturais. Na ocasião, foi refletido o tema “Necessidade e urgência da inventariação e catalogação do patrimônio cultural da Igreja”.

Realizado Seminário Arquidiocesano de Bens Culturais em Olinda e Recife.jpg

Em um primeiro momento, o evento teve lugar no auditório do Paço Alfândega, e mais tarde, na Igreja da Madre de Deus, no Recife Antigo.

O encontro arquidiocesano acolheu desde sacerdotes a religiosos, seminaristas, historiadores, arquitetos e museólogos.

De acordo com o presidente da Comissão Arquidiocesana de Pastoral (CAP) para a Cultura, Padre Rinaldo Pereira dos Santos, o evento traz animação para o movimento da proteção e preservação do patrimônio cultural, especialmente, da Igreja. “É preciso criar essa responsabilidade coletiva de proteção e preservação para que, a partir daí, surjam movimentos e regulamentações que protejam o patrimônio cultural”, comentou.

Ainda no Seminário, a especialista em conservação e restauração de bens culturais e integrados, Débora Assis Mendes, apresentou a experiência da Arquidiocese com identificação e catalogação de documentos. Entre as peças apresentadas estavam um documento do século XIX, que trazia desenhos bordados com linhas em tecido e metais e um livro de receitas e despesas da Irmandade de Bom Jesus das Chagas vindo da Igreja de São Gonçalo, datado de 1722.

Além disso, o evento ofereceu aos participantes um concerto em órgão de tubo na Igreja da Madre de Deus. O maestro Gilson Celerino ficou responsável por executar as obras dos séculos XVIII e XIX no instrumento raro e único em funcionamento no Brasil. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Olinda e Recife

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/82623#ixzz4MII8K6h5
Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.

Share.

Leave A Reply