Arcebispo Emérito de Natal, Dom Matias, celebra 25 anos de episcopado

0

A Arquidiocese de Natal renderá graças a  Deus pelos 25 anos de sagração episcopal do Arcebispo emérito, Dom Matias Patrício de Macêdo. A celebração acontecerá na próxima segunda-feira, 19, às 17h30, na Catedral Metropolitana de Natal.

Dom Matias foi eleito bispo pelo então Papa João Paulo II. Foi sagrado bispo em 21 de outubro de 1990, na cidade de Nova Cruz, onde era pároco por mais de 20 anos. Logo após a ordenação episcopal, assumiu o governo da Diocese de Cajazeiras (PB). Depois foi transferido para a Diocese de  Campina Grande (PB). À frente da Arquidiocese de Natal esteve no período de  2004 a 2011.

Quando esteve no governo da Arquidiocese de Natal, Dom Matias a mobilizou para um grande projeto de missões populares, visitando várias paróquias na capital e interior. O período foi coroado pelo triênio de preparação para o centenário da diocese. O triênio culminou com o I Congresso Eucarístico Missionário, de 25 a 29 de dezembro de 2009. Dom Matias ordenou 58 padres, sendo o bispo que mais ordenou sacerdotes para a Igreja de Natal.

BIOGRAFIA

Nasceu em Santana do Matos (RN), em 14 de abril de 1936, filho de José Patrício de Macedo e de Luiza Valdenita da Cunha. Ainda criança, mudou-se com a família para Angicos, onde era vigário Padre Manuel Tavares, seu primeiro educador na fé. Em 1951, ingressou no Seminário de São Pedro, acolhido pelo Reitor Dom José Adelino Dantas. De 1957 a 1963 faz os cursos de Filosofia e Teologia no Seminário Maior de Fortaleza.

Foi ordenado sacerdote por Dom Eugênio Sales, na Catedral de Natal,  em 21 de julho de 1963. Em dezembro deste mesmo ano, foi nomeado Vigário Cooperador de Ceará-Mirim. Em 10 de julho de 1964, assumiu a paróquia de Canguaretama e Pedro Velho, permanecendo até 1968, quando foi transferido para Nova Cruz, onde foi pároco por 22 anos. De outubro de 1973 a junho de 1974 participou, em Roma, de um Curso de Atualização Pastoral, na Pontifícia Universidade Salesiana.

Foi eleito bispo para Diocese de Cajazeiras a 12 de Julho de 1990, sendo ordenado por Dom Alair Vilar, então Arcebispo de Natal, na cidade de Nova Cruz, em 21 de outubro do mesmo ano. Governou a Diocese de Cajazeiras de 1990 a 2000, sendo então transferido para Campina Grande, como bispo coadjutor, em 2000, e Bispo Diocesano em 2001. Em 26 de novembro de 2003, foi transferido para a Arquidiocese de Natal, iniciando o ministério arquiepiscopal em 25 de janeiro de 2004, permanecendo até 21 de dezembro de 2011.

Texto: Pascom da Arquidiocese de Natal

Share.

Leave A Reply