Mensagem da Presidência da CNBB NE2 para Dom José Alonso

0

A Nunciatura Apostólica no Brasil comunicou, na manhã de hoje, 16 de setembro, a decisão do papa Francisco em acolher o pedido de renúncia apresentado pelo bispo da diocese de Cajazeiras (PB), dom José González Alonso. O Presidente do regional Nordeste 2 da CNBB, Dom Antônio Fernando Saburido, escreveu uma mensagem à Dom José González, destacando seu trabalho desenvolvido nos 14 anos de pastoreio na Diocese de Cajazeiras.

Confira a carta na íntegra abaixo:

 

Prot. GAM-C-151/2015                                                                                      Recife, 16 de setembro de 2015
Referência:
Renúncia por limite de idade – Dom José González Alonso.

Estimado Dom José González,

Nesta manhã, ao tomar conhecimento de que o Papa Francisco acolheu seu pedido de renúncia ao governo da Diocese de Cajazeiras, ocorreu-me, prontamente, a palavra do apóstolo Paulo, referindo-se a ele próprio em relação à Igreja de Corinto. Assim como ele, assim como Apolo e tantos outros, também nós somos servos pelos quais nossos irmãos e irmãs chegam à fé (cf. 1Cor 3,4-9) e quem é mais importante, nesse processo, é aquele que faz crescer a semente que nós tivemos a oportunidade de plantar: o próprio Deus. Nossa alegria de ser cooperadores de Deus já é a maior recompensa que poderíamos almejar.

Durante catorze anos, competiu ao caríssimo irmão a tarefa de lançar a semente do Evangelho, no sertão paraibano, nos limites da circunscrição eclesiástica que lhe fora confiada pelo Papa João Paulo II. Com o auxílio de padres e diáconos, religiosos e religiosas, como dos leigos e leigas que se fazem, generosamente, excelententes e indispensáveis agentes de pastoral, conduziu até aos dias atuais a história dessa Igreja Particular que, há pouco, comemorou seu primeiro centenário. Por tudo isto demos graças a Deus, que lhe permitiu plantar a semente de um novo tempo e regar a semeadura que aí encontrou e que desde o Padre Rolim é realizada, fazendo da Diocese de Cajazeiras uma referência na vida e na fé do povo paraibano.

A Virgem Santíssima, padroeira de Cajazeiras, acompanhe seus passos. Ela continue solicitamente guardando o povo que lhe foi entregue pelo Bom Pastor, que, pela sucessão apostólica, guardará com fidelidade sua grei, em toda parte.

Muito cordialmente,

Dom Antônio Fernando Saburido, OSB
Arcebispo Metropolitano de Olinda e Recife
Presidente do Regional NE2

Share.

Leave A Reply