Fiéis da paróquia São José Operário acolhem comitiva arquidiocesana na visita pastoral

0
99

A visita pastoral à paróquia São José Operário, no Cabo de Santo Agostinho, região metropolitana do Recife, foi marcada pela acolhida dos paroquianos ao arcebispo e ao bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, neste final de semana, de 11 a 13/08. Apesar da grande extensão territorial da paróquia, região que compreende oito comunidades além da matriz, o administrador paroquial, padre Severino Lourenço, vem empreendendo esforços na conclusão da obra de construção da matriz paroquial, no bairro da Vila Social e ainda a construção da capela de Santa Ana, no bairro Vila Claudete. Um das características do arcebispado de dom Fernando Saburido, a realização das visitas pastorais tem por objetivo aproximar o pastor de seu rebanho, animando a atividade pastoral nas paróquias por meio do conhecimento das dificuldades e sugestão de soluções.

Na tarde da sexta-feira, 11/08, a visita teve início na capela de Nossa Senhora do Carmo, antiga matriz paroquial, no bairro Destilaria. O vigário episcopal do Cabo de Santo Agostinho, monsenhor Josivaldo Bezerra, o padre Severino Lourenço, o diácono Adailton de Moura os paroquianos receberam com entusiasmo dom Fernando Saburido e a comitiva arquidiocesana. O arcebispo metropolitano conheceu a história da capela e rezou junto com a assembleia a oração inicial. Diante dos sérios problemas sociais decorrentes do processo de desmobilização no empreendimento do Complexo Portuário de Suape, que vêm gerando o aumento da violência no município do Cabo, o arcebispo reuniu-se a um grupo de autoridades locais para um momento de diálogo. O grupo, formado por Edna Gomes, Secretária Municipal de Programas Sociais, pelo deputado federal Betinho Gomes, por representantes de movimentos populares, vereadores e representantes das pastorais paroquiais, debateu as medidas assistenciais que vêm sendo tomadas pelo poder público, no sentido de reduzir o sofrimento das comunidades. Em seguida, o arcebispo metropolitano presidiu a Santa Missa em honra a Santa Clara de Assis, na matriz paroquial, concelebrada pelo monsenhor Josivaldo Bezerra e pelo padre Severino Lourenço.

O segundo dia de visita pastoral foi intenso. Dom Fernando foi recebido na matriz pelos fiéis e juntos rezaram o Ofício da Imaculada Conceição. No salão paroquial, aconteceu o encontro com o Conselho de Pastoral Paroquial (CPP), um momento em que os agentes das pastorais expuseram os desafios de cada comissão. Conforme foi explanado, a paróquia de São José Operário enfrenta realidades distintas, com as comunidades localizadas nas regiões das praias e as comunidades localizadas no perímetro urbano do Cabo. O administrador paroquial destacou que desde 2014 vem reunindo esforços para a construção da nova matriz de São José Operário e em paralelo, segue com a construção da capela de Santa Ana. Concluído o encontro, a comitiva arquidiocesana conheceu as realidades das comunidades Santo Inácio, na Vila Santo Inácio, e da comunidade Santa Ana, na Vila Claudete.
À tarde, o arcebispo visitou a capela de Santo Agostinho, localizada no bairro Cidade Garapu, um dos mais extensos no município. Na matriz paroquial, as crianças da Catequese contaram com um momento de interação com o arcebispo. As crianças fizeram perguntas sobre vocação e vida religiosa e expressaram todo o seu apreço por dom Fernando. À noite, o arcebispo presidiu a Santa Missa na capela de São Pedro, na praia de Suape. Após a missa, os moradores da comunidade explicaram ao arcebispo que na praia de Suape surgiram novas comunidades onde se faz necessário evangelizar e levar a presença da Igreja Católica.

O terceiro dia da visita pastoral foi aberto pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, dom Antônio Tourinho Neto, que presidiu a Santa Missa, na matriz. Dom Antônio Tourinho destacou em sua homilia, a importância de se rezar em família. “No dia dos pais, rezemos por aqueles que fundaram a igreja doméstica, aqueles que pela vocação matrimonial, geram as famílias: pais, mães e filhos”, lembrou. Em Gaibu, a comitiva arquidiocesana visitou a vila dos pescadores, na comunidade São Pedro e conheceu a capela do padroeiro dos pescadores.

Dom Antônio Tourinho fez uma prece especial em frente à pousada cuja marquise desabou este mês e vitimou fatalmente três pessoas.  Na associação dos pescadores, o bispo auxiliar conheceu a desafiadora realidade social enfrentada pelos moradores em decorrência do aumento dos casos de violência. No encontro com os pescadores da vila, dom Tourinho abençoou aqueles que tiram do mar o seu sustento e a Pastoral da Pesca. Houve ainda espaço para visitar a igreja de Nossa Senhora de Nazaré, na praia de Nazaré, e a capelinha de São José, na praia do Paiva.

À tarde, dom Fernando Saburido reuniu-se na matriz de São José Operário, com os jovens de cinco grupos da paróquia. A visita pastoral ao Cabo foi encerrada com a celebração da Santa Missa, presidida pelo arcebispo metropolitano. Após a missa, dom Fernando anunciou aos paroquianos que o diácono transitório Adailton de Moura vai permanecer em estágio pastoral na paróquia de São José Operário, notícia que muito alegrou a assembleia.

(Pascom Arquidiocese)